06-01-2022

Dicas para pagar menos pelo aquecimento

A ERSE - Entidade Reguladora dos Serviços Energéticos, face ao atual contexto de forte volatilidade dos mercados grossistas de eletricidade e de gás natural, divulga um conjunto de conselhos destinados aos consumidores domésticos sobre o comportamento a adotar na relação contratual com os comercializadores de energia.

Um isolamento correto é a melhor forma de garantir a manutenção da temperatura da habitação, com a consequente poupança económica que acarreta. Mas, mesmo nos casos em que isso não acontece, é possível poupar no aquecimento da casa, com truques que vão desde analisar e comparar as tarifas de energia até à manutenção correta dos equipamentos, ou a sua substituição por modelos mais eficientes.

 

Independentemente do tipo de aquecimento que se tenha em casa, existem conselhos que são universais, mesmo que se trate de um modelo a gás, elétrico ou a óleo, principalmente focados no objetivo de não deixar o calor escapar da casa. É sempre uma boa opção melhorar o isolamento térmico de uma casa, com soluções que vão desde a mudança das janelas ou da porta da entrada, ao isolamento do chão, paredes ou teto. Se essa possibilidade estiver fora do alcance do seu orçamento, saiba que poderá beneficiar de medidas como o “Vale eficiência” ou o “Programa de Apoio a Edifícios Mais Sustentáveis” que lhe oferecem apoios para poder levar a cabo melhorias que aumentem a eficiência energética da sua casa.

 

Ventilar as divisões da casa apenas durante o tempo necessário, não superior a 15 minutos, é outra dica para manter a temperatura em casa. Ao mesmo tempo, é necessário verificar se o funcionamento de todos os radiadores é o correto e se não há desperdício de energia. Evite ainda tapar os radiadores com móveis.

 

Poupar no consumo do aquecimento também significa não aquecer partes da casa que não são usadas, ou nos momentos em que não está ninguém em casa, ou quando não for necessário ligá-lo.

Desta forma, programar o aquecimento nas horas em que é necessário utilizá-lo ou instalar termostatos para que a temperatura da casa não seja excessiva (o ideal é 21ºC) são truques que vão ajudar a diminuir o valor da conta de energia. Hoje em dia, já existem termostatos inteligentes que fazem uma gestão muito eficiente da energia, sendo que podem ser controlados através do seu smartphone. Os eletrodomésticos inteligentes são já uma realidade, e podem ser totalmente controlados à distância sempre que tenha internet móvel.

 

Aquecimento elétrico

 

No caso de o aquecimento ser elétrico, deve-se ter em atenção que o custo do consumo está intimamente ligado à variação dos preços da eletricidade. Podem ser conseguidas poupanças simplesmente através da revisão da potência contratadae reduzi-la, se for demasiado alta.

 

É importante que saiba bem o tipo de tarifa de energia que tem no mercado livre. Atualmente existem várias empresas comercializadoras de energia, e deve optar sempre pela tarifa que lhe permita poupar mais. Tenha em consideração que existem tarifas simples, bi-horária e tri-horária. Estas duas últimas apresentam vários horários, taxados a diferentes preços, para que possa controlar melhor o gasto e ter energia mais barata em determinados períodos.

 

Aquecimento a gás

 

No caso do aquecimento a gás, geralmente mais em conta, é importante consultar os preços e compará-los com outras ofertas. É importante comunicar as leituras do gás natural, já que é uma das melhores formas de poupar controlar os gastos.

 

Uma caldeira mais eficiente é fundamental para gastar menos com o aquecimento a gás, tendo que ser, neste caso, considerados os custos de manutenção. Substituir a caldeira atual por outra de condensação permite poupar até 30% de energia. Além disso, o equipamento deve passar por todas as revisões programadas para evitar um mau funcionamento que leve a perdas de energia.

 

Aquecimento a óleo

 

São fáceis de transportar, mas na verdade são os que mais gastam energia pois demoram mais tempo a aquecer. Ajudam a que o ar fique mais tempo aquecido e evitam que se propaguem poeiras. No entanto, é importante ter em atenção que a conta da eletricidade pode aumentar bastante se o seu uso for demasiado frequente.