09-03-2018

ENERAREA vê aprovado projecto com parceiros Internacionais no valor global de 1.437.000€

Esta semana no Jornal do Fundão, AMCB Executa 5,4 milhões de Euros em Fundos Comunitários, dos quais 3,8 milhões referentes ao Portugal 2020 nos seguintes projetos, - cadREDES - Cadastro das redes de saneamento e abastecimento de águas dos aglomerados urbanos dos municípios AMCB. - AMCBadapt- Ações de sensibilização sobre riscos associados às alterações climáticas. - Combate às discriminações e aos estereótipos - Formação de públicos estratégicos - Cultura em Rede das Beiras e Serra da Estrela Estes projetos foram cofinanciados pelo Portugal 2020, Centro 2020, POISE, POSEUR e POAT

 Promobiomasse

A ENERAREA, Agência Regional de Energia e Ambiente do Interior, em parceria com Navarra de Suelo Y Vivienda, SA, Agencia Extremena de la Energia, Centre Tecnológic Forestal de Catalunya, Loreki, estes de Espanha, e a Communauté de Communes du Plateau de Lannemezan de França, viram aprovada uma candidatura no valor de 1.437.000€

 

O Projeto Promobiomasse, destina-se a impulsionar o mercado energético da biomassa florestal nos territórios envolvidos e especificamente em Portugal no território de abrangência da ENERAREA, tem como objetivo desenvolver um modelo de gestão da oferta e procura que aplique o conceito de "circuito curto" e que solucione os problemas atuais, nomeadamente,  a destruturação da oferta, o minifúndio da propriedade florestal, os métodos de exploração em alguns casos desajustados, a falta de informação ao publico em geral, e a procura insuficiente.

Pretende-se desta forma contribuir com um modelo integrado de gestão da biomassa florestal a nível local que implique toda a cadeia de valor do proprietário da floresta até ao consumidor final, e entre outras ações, ministrar cursos de formação para os responsáveis pela gestão do mercado da biomassa nos territórios envolvidos.

 

O projeto enfrenta um desafio comum, mas cada contexto territorial é único e cada parceiro assume desafios específicos através das ações-piloto territoriais, no caso do Território da ENERAREA pretende-se:

- Otimizar a exploração do elevado potencial para a exploração de resíduos florestais para biocombustíveis;

- Reforçar a cadeia de valor de biomassa através da criação de centros logísticos de recolha e tratamento primário dos resíduos de biomassa, que visam impulsionar a dinamização e criação de uma rede de produtores na região, apresentando vantagens na recolha e encaminhamento, para os clientes.

- Melhorar as condições de fornecimento ao consumidor.