09-03-2019

Promobiomasse, "A energia renovável que cresce a seu lado"

O novo site https://promobiomasse.eu, com versões em inglês, espanhol, francês e português, proporciona informações sobre os objetivos, o desenvolvimento deste projeto europeu e, no futuro, as experiências piloto que se levam a efeito

O projeto Promobiomasse,A energia renovável que cresce a seu lado”, apresenta o seu website

 

O novo website comunica os desenvolvimentos deste programa europeu SUDOE, assim como boas práticas e informação relativa à biomassa como fonte de energia

 

O website do Promobiomasse foi apresentado pela Nasuvinsa, sociedade pública do Governo da Navarra, no comité de pilotagem levado a efeito por todos os parceiros do projeto em Lannemezan, (Occitânia, França).

O novo site https://promobiomasse.eu, com versões em inglês, espanhol, francês e português, proporciona informações sobre os objetivos, o desenvolvimento deste projeto europeu e, no futuro, as experiências piloto que se levam a efeito.

Um dos objetivos principais do Promobiomasse é dar a conhecer boas práticas existentes em todo o território SUDOE (sudoeste da Europa) no que respeita à extração, transformação, logística, comercialização e procura de biomassa, para chegar à elaboração de um modelo que englobe a oferta e a procura, que possa ser aplicado pelos parceiros do projeto e tenha projeção no território SUDOE. As entidades e pessoas interessadas na biomassa como fonte de energia encontrarão no site exemplos de boas práticas e, através de um simples motor de pesquisa, poderão localizar as melhores experiências em função do tipo de entidade que as realiza, da matéria-prima utilizada, do tipo de maquinaria utilizado ou clientes a que se dirigem, entre outros critérios.

Na secção de perguntas frequentes, o novo site oferece informações sobre a biomassa, as suas formas de aproveitamento para a produção de energia térmica, elétrica e mecânica, assim como as várias certificações nacionais e internacionais existentes que garantem a qualidade dos produtos energéticos obtidos a partir da biomassa. E nas secções de notícias e agenda, apresentam-se as novidades e eventos relativos ao projeto e ao mercado da biomassa em geral.

A biomassa, que é obtida a partir de matéria orgânica vegetal ou animal, constitui uma fonte de energia renovável. Entre os benefícios associados ao desenvolvimento de um mercado energético da biomassa, encontram-se a redução de gases com efeito de estufa, a diminuição de resíduos, aos quais se dá uma nova utilidade, e a redução da dependência energética exterior. Para além disso, existem outros benefícios relacionados com o desenvolvimento regional, tais como a criação de emprego local e a valorização de recursos florestais locais, numas regiões que podem chegar a ter um potencial significativo de biomassa hoje pouco explorada.

 

 

Promobiomasse, uma aposta no mercado de circuito curto

Na secção do site denominada “Projeto”, explica-se em que consiste o Promobiomasse, uma aposta na cooperação transnacional que pretende impulsionar o mercado energético da biomassa no território SUDOE, desenvolvendo um modelo de gestão da oferta e da procura que aplique o conceito de “circuito curto” e resolva os atuais problemas: desestruturação da oferta, minifundismo da propriedade florestal, métodos de exploração pouco eficientes e desconhecimento e insuficiência da procura. O modelo de circuito curto, semelhante ao que se aplica aos produtos agroalimentares locais, traz consigo um menor impacto ambiental e constitui um impulso para o desenvolvimento local.

Dentro da mesma secção incluem-se também links para os parceiros do projeto: o Centre Tecnològic Forestal de Catalunya (CTFC), a sociedade pública do Governo da Navarra Navarra de Suelo y Vivienda, SA (NASUVINSA), a Agencia Extremeña de Energía (AGENEX), a Agência Regional de Energia e Ambiente do Interior (ENERAREA), do norte de Portugal, a Communauté de Communes du Plateau de Lannemezan (CCPL), do departamento francês de Hautes-Pyrénées, e a Association des Communes Forestières des Pyrénées Atlantiques (COFOR64), dos Pirenéus Atlânticos, para além de 19 entidades associadas.

Dado que o projeto Promobiomasse é cofinanciado em 75% pelo programa Interreg SUDOEatravés do Fundo Europeu de Desenvolvimento Regional (FEDER), no site dedica-se outro dos menus a este programa. Nele explica-se que o Interreg SUDOE (abreviatura de Programa de Cooperação Interreg V-B Sudoeste Europeu) apoia o desenvolvimento regional no sudoeste da Europa financiando projetos transnaciona